Meu Recanto.

Fascinar-se a cada amanhecer.

Textos

Desejo
Não apressem as mãos
tão pouco os olhos
em desvestirem o corpo
em chama
a se entregar.
Deixe que o compasso certo
das mãos calmas
sobre a assimetria das formas
descubram o prazer
numa ternura distraída.

Diulinda Garcia        
Diulinda Garcia de Medeiros
Enviado por Diulinda Garcia de Medeiros em 14/05/2013
Alterado em 21/05/2013


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras